Brasil: Um país sem esporte nacional

Brasil: Um país sem esporte nacional

Eu sei o esporte nacional do Brasil é o futebol assim como em muitos países do mundo. Eu digo o país sem ‘esporte’ nacional na forma figurativa.

O futebol é o esporte mais praticado no mundo com 3,5 bilhões de praticantes em todo o mundo, em segundo fica o críquete com 2,5 Bilhões de praticantes.

Porém, no Brasil acontece algo inédito no mundo do futebol, mesmo sendo o esporte nacional as arenas não lotam como deveriam, como eu digo o Brasil é um país sem cultura, neste texto vamos colocar frente a frente Brasil x EUA.

Os Estados Unidos têm esses esportes nacionais: Futebol Americano, Basquete, Basebol, Hóquei, Nascar e formula indy.

Já o Brasil vive uma realidade muito diferente, esportes nacionais do Brasil: Futebol, Futsal, Vôlei, Stock Car e Formula Truck.

Mas agora vamos separar os esportes e ver a quantidade de público que vai a eles, levando em conta o preço do ingresso. Mas também vamos levar em conta a moeda, por exemplo, é muito mais fácil você conseguir 100 dólares nos Estados Unidos do que 100 Reais no Brasil.

Como dar para ver a diferença na quantidade de pessoas que vão aos eventos esportivos, A NASCAR tem uma media de 100 mil pagantes, enquanto o nosso evento que mais se aproxima é a FORMULA TRUCK com 43 mil pagantes.

Nos EUA,  eles amam esportes, mas não só isso eles sabem quanto vale de verdade o ingresso das pessoas, vamos pegar o salário mínimo dos Estados Unidos de 1.250 dólares mensais, contra 725 reais do Brasil. Trocando por miúdos os eventos no nosso país é muito mais caros, levando em conta que você consegue cem dólares muito mais fácil do que cem reais no Brasil.

Vamos supor que você ganha um salario mínimo de 725 reais por mês e irá a todos os jogos de futebol possíveis: Você conseguiria ir a nove jogos de futebol no Brasil, agora vamos ver em quantos jogos de Fut. Americano você ira conseguir ir nos EUA, ganhando um salário mínimo você conseguir ir em 15 jogos de futebol americano.

Levando em conta que é mais fácil você conseguir cem dólares nos EUA do que cem reais no Brasil, isso o que mata os esportes nacionais são os ingressos caros, vamos pegar a liga de Basebol e compará-la com a Liga de futsal fazendo a mesma conta com o primeiro comparativo, ambos conseguiriam ir em 48 jogos, ou seja, no caso do Futsal o problema não é o preço do ingresso e sim a capacidade dos Ginásios a media de capacidade dos ginásios da Liga de futsal é de duas mil pessoas.

Então o preço ideal para os eventos esportivos seriam entre 15 e 30 reais no Brasil já que é muito mais caro você viver no Brasil do que nos EUA mesmo as pessoas ganhando menos  aqui.

MAS COMO MANTER UMA LIGA DE FUTEBOL COM INGRESSOS A 30 REAIS?

Simples vamos pegar a LIGA Mexicana como exemplo; lá estava tendo o mesmo problema que a liga do Brasil enfrenta hoje em dia, uma das primeiras medidas é a terceirização da liga outra coisa é o marketing a liga Brasileira precisa de mais marketing, todo mundo esperando por tal jogo.

Mudar o campeonato para de final, a liga Mexicana é de final e quando ela está perto, o país para por causa do marketing que é feito pela liga. Banners por todo país, anúncios em metrôs e etc…  Acabar com o monopólio seria uma das coisas fundamentais a serem feitas, todas as TV’s transmitindo vários jogos ao mesmo tempo.

Abaixar os salários dos jogadores e investir mais na base e revogar a maldita ‘lei Pelé’, essa tal ‘lei Pelé’ é que mata o futebol Brasileiro.

Painel de publicidade eletrônico, com esse recurso dá para colocar muito mais patrocinadores, e não fica aqueles patrocínios feios na linha de fundo.

Cerimonia de abertura e encerramento, com cerimonia de abertura e encerramento as TV’S iram começar a transmitir os jogos com duas horas de antecedência assim mostrando os patrocinadores do evento por mais tempo.

Deixe uma resposta